Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Irati
Início Notícias foto Instituição comemora 10 anos e anuncia duas novas unidades

Instituição comemora 10 anos e anuncia duas novas unidades

Publicado em

Ao completar uma década de existência, o Instituto Federal do Paraná anuncia duas novas unidades: o Campus Avançado Arapongas e o Centro de Referência São José dos Pinhais. Com a nova configuração administrativa, a instituição passa a ter 26 campi, sendo seis deles avançados, e um Centro de Referência.

O Campus Avançado Arapongas será ligado administrativamente ao Campus Londrina, inaugurado em 2010 e que já conta com o Campus Avançado Astorga. Em fevereiro, uma comissão será instituída para compor os itinerários formativos dos cursos, que, em um primeiro momento, serão oferecidos na modalidade Formação Inicial Continuada (FIC) na área de Tecnologia da Informação e Comunicação. A doação do terreno, por parte da prefeitura, para a construção dos blocos administrativos foi realizada em sessão na Câmara de Vereadores, em janeiro deste ano. Até a construção da estrutura, as aulas – que iniciam em agosto de 2019 – serão realizadas na Escola do Trabalho.

Já o Centro de Referência São José dos Pinhais, vinculado ao Campus Curitiba, é uma unidade criada para o desenvolvimento de projetos relacionados à educação profissional e tecnológica. Ainda no primeiro semestre de 2019 será iniciado o semestre letivo dos cursos técnico Subsequente em Massoterapia e de Formação Inicial Continuada de Cuidador de Idosos, com oferta de uma turma de 40 alunos em cada. As aulas serão ministradas pelos docentes de Curitiba, visto que se trata de uma ampliação das atividades pedagógicas do campus.

Maria Izabel Rodrigues Severiano, coordenadora do Curso Técnico em Massoterapia, destaca que a expansão do curso, um dos mais antigos ofertados em Curitiba e o primeiro curso técnico em massoterapia reconhecido pelo Ministério da Educação, atende a comunidade da Região Metropolitana, que está fortemente presente nas turmas que eram ofertadas na capital. Além disso, o curso pretende, a partir do estreitamento da parceria com a Prefeitura, introduzir os alunos no mundo do trabalho atuando nos postos de saúde do município, por meio de convênio, incentivando a formação multidisciplinar.

São José dos Pinhais já conta com a presença do IFPR por meio da modalidade a distância, com cursos ligados ao meio ambiente, logística, administração, vendas, serviços públicos e segurança do trabalho. No fim deste ano, espera-se a formatura de 172 alunos.

Cerimônia em São José dos Pinhais formaliza o convênio
O convênio entre a Prefeitura de São José dos Pinhais e o IFPR foi assinado nesta terça-feira (29). Nele, fica acordado que as despesas necessárias ao funcionamento do Centro de Referência, tais como energia elétrica, internet, transporte de servidores, além da cessão do espaço físico, serão custeadas pelo município.

O reitor pro tempore do IFPR, Odacir Antonio Zanatta, destaca que a escolha das cidades para implantação de novas unidades considera três dimensões estabelecidas pelo governo federal para a expansão da Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica: a dimensão social, geográfica e do desenvolvimento. Segundo estudo realizado pela Diretoria de Expansão e Regulação da Pró-reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), a dimensão social visa à universalização de atendimento ao território paranaense; a dimensão geográfica tem como objetivo a interiorização da oferta pública de educação profissional e o atendimento aos municípios não atendidos por escolas federais; e a dimensão de desenvolvimento objetiva atender municípios que possuem arranjos produtivos já identificados.

Participaram do evento o prefeito no município, Toninho Fenelon, e o vereador Ido Antoninho Lunelli. Ido participou da elaboração do projeto de instalação do Centro de Referência de São José dos Pinhais, e apontou a perenidade do investimento na área de educação, o que torna estratégica a ida do IFPR para o município, na medida em que lança a semente para a formação profissional dos cidadãos em diferentes áreas do conhecimento. Outro idealizador do projeto, o deputado Osmar Serraglio, não pode estar presente.

Entenda as estruturas dos IFs
A organização dos Institutos Federais é definida pelas Portaria nº 1.291, de 30 de dezembro de 2013, e Portaria nº 393, de 10 de maio de 2016, do Ministério da Educação (MEC). Confira as diferenças entre as nomenclaturas das unidades:

Campus: voltado ao exercício das atividades permanentes de ensino, pesquisa aplicada, inovação e extensão e ao atendimento das demandas específicas nesse âmbito, em sua área de abrangência territorial;
Campus Avançado: vinculado administrativamente a um campus ou, em caráter excepcional, à Reitoria, e destinado ao desenvolvimento da educação profissional por meio de atividades de ensino e extensão circunscritas a áreas temáticas ou especializadas, prioritariamente por meio da oferta de cursos técnicos e de cursos de formação inicial e continuada;
Polo de Inovação: destinado ao atendimento de demandas das cadeias produtivas por Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) e à formação profissional para os setores de base tecnológica;
Polo de Educação a Distância: destinado à oferta de cursos de educação profissional e tecnológica na modalidade a distância, que poderá ser criado por meio de parceria com órgãos da administração pública, com o objetivo de expandir o atendimento às demandas por formação profissional em todo o território de abrangência do Instituto Federal;
Centros de Referência: vinculados às suas respectivas Reitorias ou campus para o desenvolvimento de planos, programas e projetos relacionados à educação profissional e tecnológica.
A criação do Centro de Referência São José dos Pinhais tramitará para aprovação em reunião do Conselho Superior do IFPR.

Galeria de Fotos

Topo